Uma falta que não preenche

Uma falta que não preenche

 

 

Falta ou buraco…não sei qual substantivo você usa….

Falta pode ser por perda ou porque nunca existiu…

Já pensei que tinha perdido algo; às vezes fico bem na dúvida.

Mas parece que vou fazendo escolhas com a impressão que vou encontrar algo, uma “tampa” ou chegar em algum lugar magico…

Você também deve ter tido a impressão que, talvez, encontrou; aí dá aquele alívio e depois o buraco abre e volta a incomodar e toca a procurar novamente…com dúvidas, inquietudes acreditando em promessas e até em que “vaca voa”, como diz meu irmão.

O que será esse furo? essa busca eterna por sentido?

Acredito que é busca por amor…ou seria por reconhecimento.

Então por enquanto, amar é exatamente sustentar essa falta com uma certa alegria.

Amar outros é sustentar o que falta nele…. com certa alegria.

O livro a seguir é uma fonte de reflexão.